Artigo: A Petrobras e o preço da gasolina, do diesel e do gás

Publicação: 15/03/2021

Sempre trabalhando junto com nossas universidades públicas, ela foi e é responsável pelos maiores avanços tecnológicos do país.

A Petrobras foi fundada em 3 de outubro de 1953 pelo  presidente Getúlio Vargas. Tudo aconteceu por decisões de  governantes patriotas e uma grande mobilização popular que tinha como lema: O Petróleo é Nosso.

Sempre trabalhando junto com nossas universidades públicas, especialmente a Universidade Federal do Rio de Janeiro, a Petrobras foi e é responsável pelos maiores avanços tecnológicos do país.

Essa incrível empresa estatal tem sido a principal base de sustentação do grande parque industrial brasileiro, inclusive com a compra de grandes navios fabricados por estaleiros brasileiros.

Por muitos anos, o Brasil cresceu, em média, a 8% ao ano. Éramos a nação que mais progredia no mundo, como a China é hoje. 

O absurdo é que Brasil encalhou e não consegue sair do atoleiro, e a culpa não é do azar ou do destino.

Em 2006, graças à sua tecnologia, a mais desenvolvida do mundo, a Petrobras descobriu para o Brasil, no Pré-Sal, uma quantidade de petróleo quase igual a da Arábia Saudita, que tem a segunda maior reserva do mundo.

Ninguém imaginava que seria possível retirar o petróleo do mar a profundidades de 7 mil metros e, ainda, separada por uma crosta de sal de quase mil metros de espessura. Mas, a Petrobras conseguiu e, para espanto de todo mundo, hoje o custo da extração desse petróleo é bastante competitivo com outros extraídos próximo da superfície da terra, como é no Oriente Médio.

O Brasil já está entre os maiores produtores do mundo, com a produção de quase 4 milhões de barris diários, e já exporta, principalmente para a China. No entanto, nossas refinarias não conseguem refinar a quantidade de petróleo necessária para produzir toda a gasolina, óleo diesel e outros derivados que são consumidos no Brasil. Então, vendemos muito petróleo e compramos do exterior boa parte dos combustíveis. Está errado!

A decisão do Governo Federal de impor aos brasileiros o preço internacional dos combustíveis, cotado em dólares, só ajuda os acionistas da Petrobras, mas prejudica muito o povo. Pior ainda, decidiu tirar o investimento em refinarias que servem para transformar o petróleo bruto em seus derivados como gasolina, diesel, gás liquefeito e outros.

A verdadeira solução para resolver esse dilema dos altos preços, cotados em dólar, é investir na modernização das refinarias brasileiras, produzir tudo aqui e adotar um preço nacional para os combustíveis.

Isso é o que deve ser feito e não apenas desconversar e jogar a culpa aos governadores por causa do ICMS, imposto do qual os estados dependem totalmente.

 

ELISEU GABRIEL

Mídias Sociais

Fale com o Vereador

É o presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Câmara Municipal de São Paulo, eleito neste ano de 2020 pela sexta vez. É, também, o Corregedor da Câmara.

Receba nossos informativos

Câmara Municipal de São Paulo

Viaduto Jacareí, 100 - 6° andar - São Paulo/SP

Cep: 01319-040

Telefone: (11) 3396-4403

E-mail: vereador@eliseugabriel.com.br

WhatsApp: (11) 94364-0123 (de 2ª a 6ª, das 10h às 19h)

 

Escritório Político

Av. Agenor Couto de Magalhães, 235

Cep: 05174-000

Telefone: (11) 3902-3543

 

Assessoria de Imprensa

Vivi Bueno

+55 11 3396-4403

vivibueno@saopaulo.sp.leg.br