Novo Zoneamento: Eliseu é responsável por 1/3 das emendas

Publicação: 20/02/2016

Ele protocolou mais de 60 propostas

A Câmara Municipal de São Paulo continua a discussão da mais importante matéria desse início de 2016: o novo zoneamento para a cidade de São Paulo. Existe a possibilidade de o processo ser encerrado amanhã, 25 de fevereiro, com a aprovação do projeto. 

O vereador Eliseu Gabriel é o parlamentar com o maior número de emendas protocoladas na Casa. Autor de 1/3 delas, ele ratifica que irá brigar para convencer os colegas de importantes e necessárias modificações. "Acompanhei a maioria das audiências públicas e ouvi muita gente. Com muita luta e o envolvimento ferrenho da comunidade local, da ociedade organizada em sua região, conseguimos modificações importantes para alguns bairros, e que estão publicadas no Diário Oficial do último dia 20/02, pelas quais eu vou lutar até o fim para serem efetivamente contempladas na redação final do novo zoneamento da cidade".

A batalha para efetivar essas conquistas será para, dentre outras medidas, reduzir o adensamento no entorno do Metrô da Vila Madalena; diminuir a área de abrangência dos corredores no Parque Continental; a volta da ZER na Avenida Valentim Gentil, no City Butantã, como também no Alto de Pinheiros.

"Avaliando as soluções para cada bairro, conseguimos a ampliação dos usos na Avenida Morumbi e a redução dos usos na Rua Estados Unidos, sempre do lado da população e dos interesses do bairro e, ainda, talvez o caso mais emblemático, a vitória contra o lixão na Vila Jaguara", conta Eliseu.

O vereador também explica que novas vitórias significativas foram incorporadas, como a criação da ZEPEC no quarteirão Cultural do Itaim, a alteração de zona mista para zona predominantemente residencial (ZPRs) preservando os bairros da Vila Jataí e Vila Beatriz (região da Vila Madalena) e Vila Piauí (Jaguara); o retorno da ZER no entorno da Av. Roberto Marinho (havia sido alterado para Zona Mista no projeto), a diminuição dos impactos na Vila Cruzeiro e Jardim Marajoara; a retirada da ampliação da Operação Urbana Águas Espraiadas do Panamby, bem como a mudança de uma ZEIS 1 e de uma Zona Mista para ZEPAM, preservando uma mata atlântica significativa, com nascente, árvores e fauna na mesma região.

"Entendemos que é preciso avançar mais e vou lutar até o fim para isto", justifica Eliseu Gabriel, que ainda complementa "Buscamos consenso entre grupos, e conseguimos alguns, como na região da Avenida das Begônias, Magnólias e Professor Alcebíades Delamare. A proposta foi aceita. Em outro, como no caso da área pública da Vila Leopoldina (antiga CMTC), conseguíamos chegar a uma proposta que havia agradado aos dois grupos, com 50% ZEIS e 50% ZEPAM. Esta emenda ainda não foi incorporada. Enfim, a luta continua!",

O vereador acredita que ainda é preciso avançar mais na proteção das áreas verdes e, especificamente, cuidar dos usos e limites de gabarito no entorno e dentro das ZERs. "No meu ponto de visto, estas questões ainda não foram bem equacionadas, apesar das conquistas obtidas até o momento".

Mídias Sociais

Fale com o Vereador

É o presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Câmara Municipal de São Paulo, eleito neste ano de 2020 pela sexta vez. É, também, o Corregedor da Câmara.

Receba nossos informativos

Câmara Municipal de São Paulo

Viaduto Jacareí, 100 - 6° andar - São Paulo/SP

Cep: 01319-040

Telefone: (11) 3396-4000

 

Escritório Político

Av. Agenor Couto de Magalhães, 235

Cep: 05174-000

Telefone: (11) 3902-3543

 

Assessoria de Imprensa

Vivi Bueno

+55 11 3396-4403

vivibueno@saopaulo.sp.leg.br