Semana de Leitura celebra centenário do Modernismo Brasileiro

Publicação: 25/03/2022

De 4 a 8 de abril, com programação presencial e on-line, totalmente gratuita.

A Semana Municipal de Incentivo e Orientação ao Estudo e à Leitura faz parte do Calendário Oficial de Eventos da Cidade de São Paulo em razão da Lei 14.999/09, de autoria do vereador Eliseu Gabriel. Neste ano, em sua 11ª edição, ela acontece de 4 a 8 de abril com atividades gratuitas, presenciais e on-line, com programação conjunta com as secretarias municipais de Educação (SME), de Cultura (SMC) e da Pessoa com Deficiência (SMPED).

Com o tema central “100 anos da Semana de Arte Moderna”, o evento terá abertura solene em 4/4, no Theatro Municipal de São Paulo, e contará com a presença de cerca de mil estudantes e de professores da rede municipal de ensino e com vasta programação. “É muito significativo levar este projeto para o lugar em que os modernistas se reuniram pela primeira vez, buscando construir uma identidade para a nossa cultura”, ressalta Eliseu Gabriel, que também é professor.

O objetivo da Semana de Leitura é despertar, desenvolver e estimular a prática do estudo e da leitura em crianças, jovens e adultos por meio de diversas atividades. Para este ano estão programadas dezenas delas que envolvem contação de história, sarau, teatro, roda de leitura, musical, biblioteca itinerante, palestra, bate-papo com escritor, visita guiada, teatro e muito mais. Elas acontecem em bibliotecas, escolas, parques, praças, e até mesmo em shopping center. Qualquer lugar é um cantinho para a leitura! A programação remota, que está bastante rica e diversa, acontece pelas redes oficias Estudo e Leitura.

Embora a programação divulgada seja realizada pelo gabinete do vereador e pelas três secretarias municipais, qualquer organização, pública ou privada, pode preparar atrações para essa semana de comemoração. “A ideia é justamente difundir a lei da Semana de Leitura para que ela possa ser aplicada cada vez mais, para um número maior de pessoas. Integrar a comunidade nessa ação é essencial para expandir o hábito de ler e estudar e, assim, formar cidadãos mais preparados para enfrentar os desafios que o futuro nos reserva”, justifica Eliseu.

O grande mérito desse projeto é que ele é inclusivo e oferece aos munícipes (crianças, adolescentes, idosos) oportunidades e experiências de estudo, de cultura, de leitura que muitas vezes são subtraídos em razão das dificuldades econômicas e sociais.

Importantes nomes da literatura já passaram pelas edições da Semana, como os autores Ignácio de Loyola Brandão, Pedro Bandeira e Ilan Brenman; os influenciadores em Educação, Lucas Felpi (nota mil na redação do Enem) e Debora Alladin; Arthur Barros, reconhecido pelo RankBrasil como o mais jovem autor autista do país.

Dentre a vasta programação dessa 11ª edição, vale citar na abertura, no Municipal, a encenação do ator Pascoal da Conceição sobre o poeta Mário de Andrade e um musical do grupo Barbatuques e, claro, as apresentações dos alunos das AELs – as Academias Estudantis de Letras, programa desenvolvido pela SME e que se tornou lei por iniciativa do vereador Eliseu Gabriel.

Durante toda a semana – de 4 a 8, das atividades presenciais merecem destaque o projeto de biblioteca volante do Sesc (BiblioSesc); as mediações de leitura nas bibliotecas dos CEUs; o “Sarau Peritrônica & O Escambo Cultural”, que acontece no Núcleo de Convivência de Idosos de Pirituba; o musical “Sonzando na Natureza: um passeio pela primeira infância”, na Biblioteca Monteiro Lobato; a peça teatral “Desenquadrando Tarsila, na Biblioteca Affonso Taunay; o encontro com os fãs de Harry Potter, na Biblioteca Brito Broca; o curso História e Processos Criativos na Literatura Indígena, que acontece na Biblioteca Mário de Andrade; a Gibiteca Balão!, na Cohab José Bonifácio, em Itaquera.  

Sucesso na última edição, as lives também acontecem agora e marcam a participação do premiado autor José Roberto Torero; da escritora Paula Furtado; da influenciadora no ramo literário Hannah Mathias (@leiaaguria), e muitas outras, como “Macunaíma em HQ: uma conversa com os autores”, que serão transmitidas pelas redes sociais Estudo e Leitura.

Ainda integram as atividades exibições diárias de curtas-metragens, como “Osiba Kangamuke – Vamos Lá Criançada”, com protagonismo para as crianças da aldeia Aiha Kalapalo, do Parque Indígena do Alto Xingu (MT); “Quilombo Mata Cavalo”, que conta a resistência das comunidades para regularizar as terras herdadas de seus ancestrais; a web-série “Maria e os Insetos”, com a história de Maria Sybilla, ilustradora que acompanhou o processo de metamorfose das borboletas e revolucionou a maneira como esses animais foram compreendidos; e o filme “Inspirações”, produzido pela estudante Ariany e que narra a sua própria vida – os desafios de uma mulher negra em busca de espaço e de respeito. Toda essa programação é on-line e pelas redes Estudo e Leitura.

Mas ainda tem mais, muito mais, como a intervenção do Coletivo Poetas do Tietê, que levará para a Av. Paulista (esquina com a Joaquim Eugênio de Lima) declamação de poemas em pleno trânsito agitado de São Paulo. Ela acontece em 5 de abril, ao meio-dia.

Antecipando a Semana, e com o objetivo de chamar a população de São Paulo para as atrações, acontece nos dias 1 e 2 de abril o Esquenta! Na sexta-feira, nos terminais de ônibus Bandeira e Lapa, das 10h às 12h, e das 14h às 16h, respectivamente, haverá performance de artistas com distribuição gratuita de livros. No sábado, apresentações da peça teatral “Os livros de Bebel” no Cantareira Norte Shopping, às 15h e às 19h. 

A 11ª Semana de Estudo e Leitura conta com o apoio do SESC, da Câmara Brasileira do Livro (CBL), Aprofem (Sindicato dos Professores e Funcionários Municipais de São Paulo), CPP (Centro do Professorado Paulista) e Sinesp (Sindicato dos Especialistas de Educação do Ensino Público Municipal de São Paulo).

A programação completa pode ser conferida na aba Agenda do portal Estudo e Leitura e nas redes sociais oficiais da Semana: 
 
www.estudoeleitura.com.br/agenda-sel/
instagram.com/estudo_leitura 
facebook.com/estudoeleitura 
youtube.com/estudoeleitura 

 


 

Dúvidas, fotos ou qualquer informações, entre em contato com o gabinete: 
Vivi Bueno 
Comunicação – Gabinete Vereador Eliseu Gabriel
(11) 99999-2539 | 3396-4515

vivibueno@saopaulo.sp.leg.br

 

Abaixo, informações detalhadas sobre o Esquenta! e sobre a abertura no Theatro Municipal de São Paulo:

 

Semana de Leitura 2022
De 4 a 8 de abril de 2022

Abertura – 4/4 – 13h
Theatro Municipal de São Paulo

Encerramento – 8/4 – 13h
Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo

 

Pré-abertura da Semana – Esquenta!

Programação do Esquenta – 01/04
– Distribuição gratuita de livros, chamando para a Semana de Leitura. 
Cada local contará com a presença de artistas caracterizados.

Das 10h às 12h – Terminal de Ônibus Bandeira (Praça da Bandeira, entre a avenida 9 de Julho e a avenida 23 de Maio)

Das 14h às 16h – Terminal Lapa (Praça Miguel Dell’Erba, 50)

Programação do Esquenta – 02/04
*** Apresentação gratuita da peça teatral “Os livros de Bebel”.
Local: Cantareira Norte Shopping(Av. Raimundo Pereira de Magalhães, 11001 – Jardim Pirituba).
Horários: 15h e 19h 
Classificação: Livre 
Haverá distribuição gratuita de livros incentivando o gosto pela leitura e convidando para a Semana de Leitura.

*** Distribuição gratuita de livros, chamando para a Semana de Leitura que vai de 4 a 8. A distribuição  será no Terminal Pirituba, das 10h às 14h. Haverá um quiosque para distribuição gratuita de livros com performance de artistas locais. 

 

ABERTURA | 04 de abril de 2022 – 13 horas (encerramento previsto para 16h30)
Theatro Municipal de São Paulo
Teremos cerca de mil alunos, seus respectivos professores, diretores de escola, bibliotecários, convidados e autoridades. 

ATRAÇÕES DA ABERTURA

***Hino Nacional Brasileiro interpretado pelo coral de professores da DRE Guaianazes (Diretoria Regional de Educação).

***Apresentação teatral “As cores de Tarsila”, representada por alunos da EMEF Vicentina Ribeiro da Luz, da zona Leste (Aricanduva), que fazem parte da AEL Vinícius de Moraes. A peça apresenta, brevemente, a trajetória da artista modernista Tarsila do Amaral. O grupo revisita obras como “Os operários”, “A negra”, “Abaporu” e transpõem para o palco as cores, formas e sensações presentes nas obras dessa artista.

***Apresentação musical poética da EMEF Liliane Verzine Silva, da zona Sul (Jardim Luso), que fazem parte da AEL Carolina Maria de Jesus.Os alunos farão um pot-pourri(15”), com a seguinte programação:
Declamação das poesias “Os sapos”, de Manuel Bandeira; “O Brasil é nosso”, de Antônio Nóbrega. Apresentação musical “Guerreiros Nagô” e “Rapo da Carolina”. Apresentação autoral da poesia “Carolina Maria de Jesus, o modernismo alcançando a periferia”. Para o encerramento, a performance “Hello, Black Child”, de CounteeCullen, uma das vozes mais rep resentativas do Harlem Renaissance.

***Apresentação de ballet “Fadas da Natureza: eternidade e em busca do vale perdido” com os alunos da EMEF Amadeu Mendes, da zona Oeste (Parque São Domingos).

***Espetáculo “Mario de Andrade: o papa do Modernismo”, com o ator Pascoal da Conceição. A peça conta com a participação de dois músicos tocando Villa-Lobos e músicas que Mário de Andrade recolheu em sua viagem ao Nordeste. No palco do Theatro Municipal, o ator Pascoal da Conceição atuará, entremeado como amigo, como uma espécie de MC, um mestre de cerimônias que apresenta várias facetas de Mário de Andrade. 
Fotos em alta https://drive.google.com/drive/folders/1hvs070yCo8Dz_vMXvvPlPD3KplfIE-NO

***Show do grupo Barbatuques com o espetáculo “Barbatuquices!”.
Interação com o público.   
Barbatuquices é uma “aula-show” onde o público interage e aprende com os integrantes do grupo Barbatuques, vivenciando brincadeiras musicais e descobrindo seu corpo sonoro por uma deliciosa e lúdica imersão na riqueza do nosso repertório popular e das músicas do próprio grupo.Uma experiência musical abrangente, diferenciada e interativa em que os estudantes, professores e todo o público presente, de todas as faixas etárias, são convidados e desafiados a explorar a diversidade de timbres do corpo como palmas, estalos, sons produzidos pela boca e pés, assobios etc. O público faz música e toca com o Barbatuques.
Fotos em alta http://bit.ly/FotosBarbatuquices

 

Mídias Sociais

Fale com o Vereador

É o presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Câmara Municipal de São Paulo, eleito no ano de 2020 pela sexta vez.

Receba nossos informativos

Câmara Municipal de São Paulo

Viaduto Jacareí, 100 - 6° andar - São Paulo/SP

Cep: 01319-040

Telefone: (11) 3396-4403

E-mail: vereador@eliseugabriel.com.br

WhatsApp: (11) 94364-0123 (de 2ª a 6ª, das 10h às 19h)

 

Escritório Político

Av. Agenor Couto de Magalhães, 235

Cep: 05174-000

Telefone: (11) 3902-3543

 

Assessoria de Imprensa

Vivi Bueno

+55 11 3396-4403

vivibueno@saopaulo.sp.leg.br